FECHAR
Popup
 
 
Diante da pandemia redes sociais favorecem momentos de oração e comunhão

Desde as missas nas emissoras de TV de inspiração católica até ações nas redes sociais, fiéis e sacerdotes conectam-se para manter viva a chama da fé e da unidade eclesial.

 

Junto com as cartas e decretos que suspendem as missas nos territórios diocesanos, os respectivos bispos têm indicado a oração pessoal e familiar, os exercícios quaresmais, como leitura orante da Palavra e Via Sacra, e o acompanhamento das celebrações nos meios de comunicação.

 

Na diocese de Umuarama (PR), os fiéis, impedidos de comparecem ao templo para celebrar São José, o padroeiro da cidade de Alto Piquiri (PR), acompanharam a missa pelas redes sociais. Os padres Mário Augusto Sartori e Antônio Murilo Macedo da Luz se inspiraram no padre italiano que encheu a Igreja com fotos de seus paroquianos e repetiram o gesto, prometendo que farão também nas capelas. Das suas casas, os fiéis entraram em comunhão prepararam altares e acompanharam a celebração.

 

Depois, os padres passaram em carreata com o Santíssimo Sacramento e a imagem de São José pelas ruas da cidade. “Eu andei pela Igreja, pelos bancos, corredores, dei a bênção para quem nos acompanha de casa e seguimos numa carreata por três horas pelas ruas da cidade”, contou padre Mário.

 

A diocese de Santo André (SP) promove nesta sexta-feira e no sábado as 24h para o Senhor. A partir das 19h, transmite em suas mídias, uma Adoração Diocesana sem os fiéis presentes.

 

Também no Paraná, o padre Reginaldo Manzotti pediu fotos dos fiéis que acompanham a obra Evangelizar é preciso para colocar nas missas celebradas no Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe.

 

Música


Uma parceria entre a equipe de Comunicação da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, Jovens Conectados, e outros perfis no Instagram, como @AmoMusicaCatolica e o @JovensCatolicosBR e a plataforma de música DeezerBR tornou possível a realização do festival #EuCantoeRezoemCasa. A ação pretende reunir mais de 40 nomes da música católica no Brasil em transmissões ao vivo nas redes sociais e com playlist no Deezer.

 

“Uma maneira de nos unirmos, louvarmos de forma segura em casa, sem riscos a transmissão do COVID-19 e sensibilizar a todos neste momento, conscientizando com prudência e fortalecendo nossa fé”, explicam os organizadores.

 

Orações e meditações


A Pastoral da Comunicação do Regional Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo) da CNBB está propondo a recitação da Via-Sacra de forma virtual. As meditações e orações são feitas na ótica do comunicador.

 

O roteiro original da celebração foi preparado pelo Regional Nordeste 1 (Ceará) por ocasião da Campanha da Fraternidade em 1989, que teve como tema Fraternidade e Comunicação. O Regional Leste 2 uniu a este exercício da piedade popular as intenções particulares, em especial os sofrimentos causados pelas doenças espalhadas pelo mundo, doenças incuráveis e vírus desconhecidos.

 

A Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família também oferecerá dois momentos de estudo, meditação e oração durante a semana. Às terças-feiras, às 21h, o bispo de Rio Grande (RS) e  presidente da Comissão, Dom Ricardo Hoepers, conduzirá o Hora da Família. Aos domingos, no mesmo horário, o Hora da Vida.

 

Para encontrar celebrações nas redes sociais, comunicadores de todo o Brasil vão facilitar a busca por meio da hashtag #rezemosjuntos, a mesma utilizada pelo Papa Francisco para incentivar a oração pelas vítimas da covid-19 e profissionais de saúde.

 

Fonte: CNBB

 
Indique a um amigo