Terceiro dia de trabalhos da 59ª Assembleia Geral da CNBB

Silvonei José – Aparecida – Vatican News

Reunidos em Aparecida no período da manhã desta terça-feira, durante o terceiro dia da 59ª Assembleia Geral da CNBB, o episcopado brasileiro irá realizar o primeiro bloco de votações de documentos considerados importantes para a Igreja no Brasil. A primeira apreciação do dia, às 8h30, será dedicada ao Estatuto da CNBB. Os bispos deverão avaliar as alterações e revisões que foram propostas pela Comissão de Redação do Estatuto.

Outro subsídio que será votado, às 9h20, é o Estudo 114 da Conferência que trata sobre a Animação Bíblica da Pastoral a partir das Comunidades Eclesiais Missionárias. Se aprovado, o texto passará a ser um Documento oficial da CNBB. Também o subsídio que diz respeito aos critérios e encaminhamentos práticos para a instituição do Ministério de Catequista, preparado pela Comissão para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB, será votado, às 11h55.

O objetivo, segundo o presidente da Comissão, dom José Antônio Peruzzo, é que os bispos reconheçam se de fato o documento é válido e se pode oferecer às dioceses uma espécie de roteiro.

Outros temas estão previstos durante as sessões: a continuação da votação da tradução do Missal Romano; informes referentes ao Congresso Eucarístico Nacional e a apreciação e votação de uma nova identidade visual para a CNBB.

Coletiva de Imprensa

Na parte da tarde haverá a Coletiva de Imprensa, às 15h, na sala de imprensa do Centro de Eventos Pe. Vítor Coelho de Almeida. Na ocasião, dois temas serão aprofundados. Um deles é o Estudo 114 da CNBB, que trata sobre a Animação Bíblica da Pastoral a partir das Comunidades Eclesiais Missionárias.

Atenderão à imprensa o arcebispo de Curitiba e presidente da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB, dom José Antônio Peruzzo, e o bispo de Garanhuns, dom Paulo Jackson. Ambos ajudaram na elaboração do texto.

O outro assunto a ser tratado na Coletiva será a Jornada Mundial da Juventude 2023 (JMJ) que acontecerá pela primeira vez em Lisboa, Portugal, entre os dias 1º e 6 de agosto. Dom Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa e presidente da Fundação JMJ 2023, atenderá a imprensa.

O bispo está no Brasil, com uma comitiva, a fim de mobilizar os jovens brasileiros e a Igreja no Brasil a participarem da Jornada. Poderão acompanhar a coletiva, presencialmente, todos os jornalistas que realizaram seu cadastro junto à Assessoria de Comunicação da CNBB. Haverá também a possibilidade de participar das coletivas de forma remota, por meio do Zoom, no link: http://www.bit.ly/59agcnbb.

O público em geral poderá acompanha-la pelas redes sociais da CNBB: @cnbbnacional e portal A12: A12.com.

Missa diária

Nesta terça-feira, 30, a missa com vésperas acontece às 18h, no Santuário Nacional. Na ocasião serão recordados os bispos falecidos desde a Assembleia de 2020. A celebração será presidida pelo arcebispo de São Luís do Maranhão, dom Gilberto Pastana e os concelebrantes serão os bispos das dioceses onde serviram os bispos falecidos.

Fonte: CNBB


 
Indique a um amigo